skip to Main Content
DRA MARINA TOMMASINI
CARRARA DE SAMBUY

Especialista em Cirurgia da Mão,
Microcirurgia Reconstrutiva,
Ortopedia e Traumatologia.
CRM 135.827 / TEOT 12.937

TÍTULOS, CARGOS E FILIAÇÕES
  • Hospital Sírio Libanês
    • Membro da Equipe de Retaguarda da Cirurgia da Mão e Microcirurgia;
    • Membro do Núcleo de Medicina Avançada como especialista em Cirurgia da Mão e Microcirurgia.
  • Membro da Equipe da Clínica Integrada de Ortopedia e Cirurgia da Mão, chefiada pelo Dr. Teng Hsiang Wei (cirurgiadamao.net);
  • Especialista em Cirurgia da Mão e Microcirurgia Reconstrutiva – Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão;
  • Especialista em Ortopedia e Traumatologia – Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia Traumatologia;
  • Médico da equipe de Transplante de Fígado do HC-FMUSP;
  • Mestre em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade de São Paulo (USP), (2016-2018).
FORMAÇÃO NACIONAL
  • Mestrado em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade de São Paulo (2016-2018);
  • Especialização em Microcirurgia Reconstrutiva – Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP (2013-2015);
  • Residência Médica em Cirurgia da Mão e Microcirurgia – Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP (2013-2015);
  • Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia – Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Santa Casa de São Paulo – Pavilhão “Fernandinho Simonsen” (2009-2011);
  • Graduação em Medicina – Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2003-2008).
FORMAÇÃO INTERNACIONAL
Boston Children Hospital (Harvard), Boston, EUA (2016);
Brigham and Women’s Hospital, BWH (Harvard), Boston, EUA (2016);

Institut de la Main, Paris, França (2012);

Chang Gung Memorial Hospital, Linkou, Taiwan (2007).
IDIOMAS
Inglês;
Francês;

Italiano.

PUBLICAÇÕES
Artigos científicos publicados em revistas médicas nacionais e internacionais:
1.  USE OF MAGNETIC RESONANCE IMAGING TO DIAGNOSE BRACHIAL PLEXUS INJURIES. Acta Ortopedica Brasileira, v. 26, p. 131-134, 2018.
2.  The Anatomy of the Dorsal Capsulo-Scapholunate Septum: A Cadaveric Study. Journal of Wrist Surgery, v. 6, p. 2163-3916, 2017.
3.  The Radial Arteries Sacrifice in the Chinese Flap Is Not Deleterious to Patients. HAND (NEW YORK, N.Y.), v. 11, p. 15589447156208-363, 2016.i.
4.  Effect of Ginkgo biloba Extract (GbE-761) on the Survival of Fasciocutaneous Flaps in Rats. Phytotherapy Research (Online), v. 14, p. 3661, 2012.
5.  Avaliação da função do membro superior nos pacientes com paralisia obstétrica após cirurgia de Sever-L’Episcopo modificada. Revista Brasileira de Ortopedia (Impresso), v. 47, p. 451-454, 2012.

6.  Análise da sensibilidades ética em estudantes de duas faculdades de medicina da cidade de São Paulo. Arquivos Médicos dos Hospitais e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (Impresso), v. 51, p. 14-22, 2006.

 

          Para acessar o curriculum completo na plataforma Lattes no CNPq, clique aqui: 
ATUAÇÃO
CIRURGIA DA MÃO

A Cirurgia da Mão é a especialidade que cuida dos problemas nas mãos e punhos, sendo estes de tratamento cirúrgico ou não, como por exemplo: tendinites, cistos, dedo em gatilho, síndrome do túnel do carpo, fraturas, entorses, tumores, malformações congênitas, lesões ligamentares e até reimplantes de dedos amputados.

A especialidade também trata de problemas nos nervos de todo o braço (desde o pescoço até os dedos), como a paralisia obstétrica, ferimentos e cortes nos nervos e lesão traumática do plexo braquial.

MICROCIRURGIA RECONSTRUTIVA

A Microcirurgia é uma técnica cirúrgica muito utilizada pelos cirurgiões da mão para reparar pequenas estruturas que não podem ser vistas a olho nu. Neste caso, a cirurgia é feita com microscópio de grande aumento. Algumas doenças precisam ser tratadas com microcirurgia, como as lesões de nervo e reimplantes de dedos, por exemplo.

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

A ortopedia e traumatologia é a especialidade médica que trata das patologias de todo sistema musculoesquelético do corpo, (ossos, músculos, tendões, articulações, etc.) com exceção da cabeça. As lesões ortopédicas mais comuns são: fraturas, entorses, luxações, ferimentos/cortes, dores nas costas, tendinites, artrites, artrose, cistos, tumores e doenças congênitas.

CUIDADO COM AS MÃOS

O movimento de pinça que possuímos entre o polegar e os dedos indicador e médio ampliou imensamente a complexidade dos movimentos das nossas mãos. Esse é um grande diferencial entre os seres humanos e os macacos. E é por essa complexidade de gestos que as mãos se tornaram uma das principais e mais importantes partes do corpo. São elas que nos permitem tocar instrumentos musicais com altíssima precisão e maestria, por exemplo. Por isso, devemos ter cuidados com nossas mãos e algumas medidas simples podem prevenir acidentes. Vou citar algumas delas:
Evite realizar atividades físicas usando anéis nos dedos.
Cuide bem de pequenos ferimentos nas mão, lavando com água e sabão imediatamente e procurando assistência médica em seguida.
Evite estralar os dedos. Essa prática sobrecarrega as articulações e pode provocar desgaste precoce.

AS MÃOS E O ESPORTE

A prática de esportes é muito benéfica para as mãos, pois as mantém fortalecidas. Porém, é muito importante a utilização de equipamentos de proteção durante certas práticas, como por exemplo luvas durante o ciclismo e protetores de punho no skate. Tão importante quanto a prevenção é o tratamento adequado de eventuais lesões como batidas, torções, fraturas e luxações. Pequenas deformidades ou restrições de movimentos, causadas por lesões maltratadas, podem dificultar a continuidade da prática de algumas atividades esportivas.

ARTE E AS MÃOS
A palavra arte vem do latim e significa técnica ou habilidade. Produzimos arte de diversas maneiras e formas, mas as mãos estão frequentemente envolvidas nesse processo. Seja para produzir arte ou apreciá-la. 
Devido a complexidade de movimentos, de estruturas anatômicas e detalhes, a mão é uma das partes do corpo mais difíceis de serem retratadas. Porém, grandes nomes da história da arte a representaram com extrema maestria. Cito entre inúmeros mestres, Michelangelo e Auguste Rodin.
O toque de duas mãos foi representado de maneira única por Michelangelo, na obra da Criação do Homem, localizada no teto da Capela Sistina, em Roma.
PATOLOGIAS

SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO

O que é?
A Síndrome do Túnel do Carpo é uma doença que compromete as mãos e os punhos. É causada por compressão do nervo mediano, responsável pela sensibilidade nas mãos e dedos e um dos principais nervos da mão.

Quais são os sintomas?
Os sintomas mais comuns são dor e formigamento nas mãos, que pioram a noite. Mas, também pode haver perda da sensibilidade dos dedos e até perda de força, nos casos mais avançados.

Como se faz o diagnóstico?
O diagnóstico é feito pelo exame clínico do especialista. Alguns exames podem ajudar no diagnóstico, como a ultrassonografia e a
eletroneuromiografia (ENMG), mas nem sempre são necessários.

Existe tratamento? Qual é?
Sim, não só tem tratamento como é recomendado que se faça para evitar a piora do quadro. Nos estágios iniciais, pode ser tentado o uso de órtese de imobilização do punho e medicações para reduzir a inflamação. Em alguns casos, sessões de terapia da mão também ajudam. Se não houver melhora após o tratamento inicial ou nos estágios mais avançados, está indicado o tratamento cirúrgico.

TENDINITES E LER

O que é?
Tendinites são inflamações que ocorrem nos tendões. Elas podem ou não estar relacionados com o trabalho e são bastante comuns nos cotovelos, antebraços, punhos e mãos. Quando originadas por esforço repetitivo no trabalho, levam o nome de LER (lesão por esforço repetitivo). Algumas tendinites levam nomes específicos dependendo de quais tendões estão acometidos, como por exemplo a Epicondilite no cotovelo (ou tênis elbow, em inglês) e De Quervain, no punho.

Quais são os sintomas?
Os sintomas mais comuns são principalmente dor e cansaço no antebraço e punho entre outros. Em casos avançados, a dor pode ser tão intensa a ponto de comprometer as funções do dia-a-dia.

Como se faz o diagnóstico?
O diagnóstico é feito pelo exame clínico do especialista associado a um exame de imagem como a ultrassonografia ou a ressonância nuclear magnética, dependendo do exame físico e da suspeita diagnóstica.

Tem tratamento? Qual é?
Existem diversos tratamento para as tendinites a depender do local que está inflamado, do paciente, do tempo de lesão e da atividade do paciente. Mas alguns procedimentos são utilizados com frequência como: gelo, imobilização (à noite ou tempo integral), medicação, correção postural e parada temporária do fator causador da tendinite.

DEDO EM GATILHO

O que é?
O dedo em gatilho ocorre por uma alteração e até interrupção do deslizamento dos tendões ao dobrar e esticar os dedos. Pode ocorrer em um ou mais dedos e é causado em geral por inflamação dos tendões.

Quais são os sintomas?
O paciente pode apresentar dor, inchaço e “gatilho” ao esticar o dedo. A dor pode ocorrer em todo o dedo, mas costuma ser mais intensa na base do dedo e na palma da mão.

Como se faz o diagnóstico?
O diagnóstico é feito pelo exame clínico do especialista associado a um exame de imagem como a ultrassonografia.

Tem tratamento? Qual é?
Sim. Existem algumas opções de tratamento: uso de órtese para imobilização do dedo, associado ou não a medicação para desinflamar os tendões; infiltração local e em alguns casos cirurgia.

REIMPLANTE DE DEDOS E MÃOS

É possível?
Sim. O reimplante de dedos e até de toda a mão é possível de ser realizado, dependendo do tipo de lesão, do tempo até a chegada à sala de operação e do modo em que a parte amputada foi acondicionada.

O que fazer?
A parte amputada deve ser imediatamente colocada em um recipiente com soro fisiológico ou água filtrada e este recipiente deve ser armazenado e transportado em isopor com gelo. É importante que o paciente seja encaminhado o mais rápido possível a um hospital que possua uma equipe de Cirurgia da Mão e Microcirurgia capacitada a realizar reimplantes.

ARTROSE

O que é?
A Artrose ou Ósteoartrose é um desgaste das articulações, muito comum nas mãos, mas pode acometer as articulações de todo corpo. Ocorre um processo degenerativo na cartilagem articular.

Quais são os sintomas?
O paciente costuma apresentar dor que piora aos movimentos e deformidade dos dedos com alargamento das articulações. Os sintomas podem oscilar entre períodos de melhora e piora.

Como se faz o diagnóstico?
O diagnóstico é feito pelo exame clínico do especialista associado a um exame de imagem como a radiografia.

Tem tratamento? Qual é?
Não existe cura definitivo da doença, mas existe tratamento. O objetivo é aliviar os sintomas para que o paciente realize as atividade do dia-a-dia sem dor.

ATENDIMENTO

Hospital Sírio Libanês
T: (11) 3394-0200
E: R. Dona Adma Jafet, 115 / 4º Andar

Consultório
T: (11) 3288-1647
C: (11) 9 7097-9232
E: R. Dona Adma Jafet, 74 Cj. 41

    Hospital Sírio-Libanês
    Consultório

    Dra. Marina atua nos principais hospitais de São Paulo, faz parte do corpo clínico dos Hospitais Sírio-Libanês, Albert Einstein, Nove de Julho, Samaritano, entre outros.

    Back To Top
    WhatsApp chat